Aniversário de 3 Anos Wobble | Entrevista Urbanfor

Wobble festa 3 anos

Certo mesmo é que o ano só começará depois do dia 08 de março, sábado, Clube Santa Luzia, Rio de Janeiro, aniversário de 3 anos da Wobble.

Responsável por preparar os melhores cenários nos trópicos para receber sons como drum ‘n bass, trap e dubstep, a Wobble já pode se caracterizar como o que há de mais cool na cena musical carioca.

Mas, pera lá, quem são os caras que comandam essa festa? O que é a festa? O que tem a ver com nós da Urbanfor? Vamos ver se os caras respondem um pouco a essas perguntas na entrevista  concedida ao nosso blog.

 

URBANFOR: Quem são? 
WOBBLE: Gustavo Gomes Elsas, Fabio Heinz, Pedro Fontes e Rodrigo S.

 

URBANFOR: What’s Wobble?
WOBBLE: Difícil explicar, mas se você ouvir o som da festa, vai entender exatamente o que é, ou pelo menos vai sentir o que é.

 

URBANFOR: De onde veio a ideia da festa? Como se formou a crew?
WOBBLE: A ideia veio depois de todos nos termos tentado outras festas, Rodrigo, Gustavo e Fabio no Rio e o Pedro em São Paulo. Foi após um evento em Laranjeiras no qual o Rodrigo havia tocado com o Marky. Cheguei pro Rodrigo e falei “Precisamos fazer uma festa de dubstep” e ai abordamos algumas pessoas e como não tivemos muito resultado, fomos falando com os amigos mais próximos. No início de 2012, Pedro voltou pro Rio e completou o time.
U: Influências
W: Variam muito, cada um tem um background muito diferente e interessante. Atualmente, a influência é o som bom com um baixo bem gordo. Na real não chega a ser uma influência, mas é como medimos o que pode ou não funcionar para festa. 

 

U: Dubstep
W: Nunca foi estritamente dubstep, sempre rolaram outros tipos de som como drum ‘n bass. Mas na época era um som que tava começando a fazer muito sucesso lá fora e por tanto chamou atenção e era muito dançante e não havia nada parecido aqui. Foi da necessidade de querer frequentar uma festa assim. E ai naturalmente foi evoluindo para agregar outros tipos de sons, como o trap.
.
U: Chegaram ao som que queriam? 

Nunca estivemos fora do som que queríamos ou queremos. Estamos sempre tocando o que gostamos/queremos. E não há um estágio final, é preciso estar em constante evolução. Acompanhar o que vem saindo de legal e novo para manter o clima de novidade e frescor sempre presente.

U: Para onde a Wobble está caminhando?
W: Está caminhando para frente, por mais que essa resposta pareça vazia, ela é bem como pensamos. O caminho certo é sempre o que vai acontecer, o que for de bom, sem amarras ao passado, mas sem esquecer das nossas raizes.
.
U: Alguma surpresa para os 3 anos da festa? 
W: Hmm… sim, mas ainda não vou falar o que é. Temos novidades, algo que realmente não havíamos feito antes. Acho que a galera vai curtir. De som também, lineup tá bacana.
.
U: Cultura urbana. Moda, música e esportes urbanos. Dá pra mixar tudo isso?

W: Acho que música e moda urbana tem muito a ver. Eles se influenciam. Quantos músicos não servem de inspiração para marcas ou os próprios acabam virando embaixadores das marcas? São co-existentes.

U: Urbanfor
W:  Aguarde e confie. Roupas bacanas pra galera descolada. 

Para sentir mais o ritmo da Wooble, curta a página: www.facebook.com/festawobble

Fiquem atentos que mais notícias sobre a comemoração dos 3 anos da festa Wobble e o collab com a Urbanfor serão divulgadas em nossos meios de comunicação.

 

URBANFOR

ASSINATURA DA CIDADE

Category: Blog, Moda, Música, TODOS
Tag: 3 anos Wobble, Clube Santa Luzia, collab, Drum 'n bass, dubstep, Trap Music, urbanfor, Wobble